ADRENA - Atividades em água - Notícias - Acerte Paulo Afonso

Notícias


Acerte Paulo Afonso » Geral » Notícias

ADRENA - Atividades em água

28 de outubro de 2013

Acompanhe todas as séries do ADRENA Paulo Afonso. Hoje é a vez das atividades em água. Afinal, a cidade, hoje uma ilha artificial, é privilegiada pela natureza. Nunca esquecendo de levar o seu Energético F3 a tiracolo! 

 

ACERTE A ATIVIDADE - ADRENA na ÁGUA

 

As atividades abordadas serão: Wind Surf, Stand Up Paddle, Caiaque, WaterLine, Mergulho, e Wakeboard e a possibilidade de um Cliffdiving.

 

Lessa

     

 

Wind Surf:

 

DEFINIÇÃO: Planar sobre a água utilizando a força do vento em uma prancha a vela. Essa é a definição de um dos esportes a vela mais radicais – e mais praticados – no Brasil.

 

O grande desafio do esporte é conciliar o movimento da vela com a direção da prancha. A vela é impulsionada pelo vento e o direcionamento é dado pela prancha, de acordo com a movimentação do corpo. 

 

 

PRÁTICA EM PAULO AFONSO: Temos aqui o campeonato de velas que já está na sua 24ª edição. As condições de vento na cidade são excelentes. A prática do Wind pode acontecer na prainha (onde acontece a Copa Vela). Infelizmente, não temos praticantes assíduos aqui, tanto que nunca um pauloafonsino competiu nessa modalidade no campeonato. Mas as coisas parecem que estão mudando. Para esse ano, tivemos a participação de pauloafonsinos na modalidade de Stand Up Peddle na copa vela que foi um sucesso. Então, esse pode ter sido um empurrãozinho para o incentivo à participação no campeonato também como wndsurfistas.

 

 

MELHOR LOCAL PARA A PRÁTICA NA CIDADE: Prainha

 

 

DEPOIMENTO DE QUEM PRATICA/PRATICOU A ATIVIDADE NA CIDADE: Alexandre Lessa, Sócio proprietário da Axé Wind, consultor em eventos náuticos e organizador da Copa Vela Paulo Afonso: “Eu participo da Copa Vela de Paulo Afonso desde 1990, antes apenas como velejador, hoje como organizador e atleta. Paulo Afonso reúne todas as condições dentro e fora d´água que o esporte precisa. Além de termos no espelho d´água da Prainha IV as condições ideais para a prática da vela, temos por trás disso a prefeitura de Paulo Afonso que abraçou de verdade o evento e dando todas as condições de acontecer como vem sendo nos último 4 anos.”

 

Ana Sup

  (Foto: Acerte Paulo Afonso)

 

Stand Up Paddle:

 

DEFINIÇÃO: uma prancha, um remo e a natureza, SIMPLES ASSIM! Basta remar em pé em cima de um pranchão que você já está praticando o Stand Up Paddle, também conhecido como SUP. 

 

 

PRÁTICA EM PAULO AFONSO: No ano de 2012 o organizador do campeonato de velas aqui em Paulo Afonso trouxe umas pranchas para fazer um teste com essa modalidade no evento. O teste deu tão certo que esse ano repetiu a dose e teve a adesão de muitos interessados. O SUP é uma atividade de fácil aprendizado e intenso contato com a natureza.

 

Há alguns anos os organizadores do Brasil Wild trouxeram pranchas para a maratona de canoagem, porém não houve nenhum participante. Caso isso ocorra hoje, certamente teremos muitos adeptos. Remar pelos cânions do São Francisco é uma experiência indescritível.

 

MELHOR LOCAL PARA A PRÁTICA NA CIDADE: Como a cidade é cercada por água, qualquer lugar se torna agradável. Podendo as pessoas saírem da prainha, Chácara Regina, do bico de pedra, do bairro centenário.

 

 

DEPOIMENTO DE QUEM PRATICA/PRATICOU A ATIVIDADE NA CIDADE: Ana Paula Araujo, vice-campeã do SUP na Copa Vela 2013: “Conheci o SUP nos cânions de Xingó com uns amigos de Aracajú e fiquei apaixonada desde a primeira remada. Aprender num cenário daqueles é simplesmente fantástico. Conseguir chegar pertinho dos paredões, se sentir como “Jesus andando sobre as águas” (risos).... enfim. Quando teve a competição de SUP na Copa Vela do ano passado, não pensei 2 vezes e fui. Minha classificação foi o 1º lugar. Esse ano estava lá de novo e fiquei em segundo. Fico muito feliz em ver que já temos algumas pranchinhas por aqui pelas redondezas. Um rio tão lindo como esses e tão pouco explorado, não é?! Remar de SUP em Paulo Afonso é bom pra mente, pro corpo e pra alma! Quem testar, garanto que vai adorar!”

 

Vivi Caiaque

(Foto: Raquel Arruda)

 

Caiaque:

 

DEFINIÇÃO: é uma embarcação desportiva que é utilizada para lazer e competições. Onde o atleta está sentado com um remo de duas pás. Este desporto compreende várias modalidades como velocidade, slalom, adaptada, descida, maratona, oceânica, onda, pólo, rafting e rodeio. Pode ser praticada facilmente.

 

PRÁTICA EM PAULO AFONSO: Paulo Afonso é cenário para a Bahia Maratona de Canoagem, realizado pela Brasil Wild, que já aconteceram 3 edições e, possivelmente, ainda esse ano poderá acontecer a 4ª. O cenário não poderia ser melhor para uma maratona como essas: uma imensidão de águas cristalinas aquecidas pelo sol da caatinga, percorrendo o MAIOR CÂNION NAVEGÁVEL DO MUNDO. Mostrando que essa prática é perfeitamente viável por aqui.

 

Hoje é que se vê com mais frequência pessoas passeando de pelo Rio São Francisco com seus caiaques, canoas, SUPs, canoa havaiana... Mas essa prática ainda é muito tímida.

 

 

MELHOR LOCAL PARA A PRÁTICA NA CIDADE: Assim como o SUP, qualquer lugar pode ter saída para a prática da atividade. Mas, para uma maior comodidade, os locais mais indicados são a prainha e Chácara Regina, já que tem uma praia de fácil acesso. Mas para quem tem mais disposição e quer um pouco mais de aventura, nada como remar pelo cânion e passar por baixo da Ponte Dom Pedro II. Vai se esforçar um pouco mais, enfrentar correntezas fortes... mas a adrenalina será garantida.

 

 

DEPOIMENTO DE QUEM PRATICA/PRATICOU A ATIVIDADE NA CIDADE: Viviane Arruda, dentista, praticante de caiaque no Rio São Francisco e patrocinada pelo Energético F3: “Como podem imaginar, e como é da realidade do nosso país, ninguém nos desportos amadores é profissional. Ninguém vive apenas do desporto. Eu tenho uma profissão e faço canoagem porque gosto. Gosto do esforço físico que essa modalidade esportiva exige, de estar concentrada e em equilíbrio, além do contato direto com a natureza e em um belíssimo cenário. Remar nas águas do Rio São Francisco é fantástico! Este ano irei participar da Maratona de Canoagem que será realizada em nossa cidade na categoria solo. Reforçar a participação feminina nessa competição.”

 

Vinicius Goulard

(Foto: Bruno Graciano)

 

Water Line:

 

 

DEFINIÇÃO: O waterline é a prática do slackline sobre a água. Seja em piscinas, rios ou praias. Essa é a modalidade mais refrescante e descontraída, já que podem ser realizadas diversas manobras e as quedas nunca serão mal desejadas.

 

 

PRÁTICA EM PRÁTICA EM PAULO AFONSO: Como a própria definição, pode ser praticada em qualquer lugar sobre as águas. Recentemente, com a realização do projeto HighVibe 11 em Paulo Afonso, alguns praticantes dessa modalidade visitaram o Algorão e montaram o waterline por lá. O lugar permite que a ancoragem seja feita naturalmente, sem que haja impacto ambiental. Dá para montar diversas fitas e se divertir no meio de um cenário adrenante e encantador. Nossos visitantes visualizaram um belo de um festival de waterline no local. A partir disso, hoje temos praticantes pauloafonsinos por lá também.

 

 

MELHOR LOCAL PARA A PRÁTICA NA CIDADE: Algorão devido ao belo visual e a possibilidade de ancoragem natural.

 

 

DEPOIMENTO DE QUEM PRATICOU A ATIVIDADE NA CIDADE: Vinicius Goulart, WaterLiner, um dos participantes do projeto HighVibe em Paulo Afonso: “O Algorão é o local perfeito para o Waterline, pois ele possibilita montar linhas de várias distâncias possíveis. Só visualizar bem os dois pontos de ancoragens naturais, este lugar não precisa de ancoragens fixas, a característica rochosa do lugar possui muitos furos nas rochas! Good Vibe para todos que forem se divertir no Algorão com sua slackline, respeitando a natureza sempre! Slackline para todos!

 

 

Moura Mergulho

(Foto: Acervo Pessoal - Luciano Moura)

 

 

Mergulho:

 

DEFINIÇÃO: A possibilidade ficar submerso e observar o que acontece embaixo da água, quer seja com cilindro, apneia, ou mergulho dependente já caracteriza a atividade de mergulho. O mergulho pode ser Recreativo (utilizando cilindro, lastro, pesos, colete, nadadeira, máscara e, dependendo da profundidade e temperatura da água, a roupa apropriada). A depender da profundidade, não é necessário fazer curso, desde que esteja acompanhado por algum profissional. Tem também a modalidade de flutuação (com utilização de máscara, Snorkel e nadadeira).

 

PRÁTICA EM PAULO AFONSO: Mergulhar sob as águas do São Francisco é estar conectado ao que há de mais belo por essas bandas daqui. Os lugares que podem ser explorados para essa prática são:

 

Bico de Pedra, que há a possibilidade de fazer o mergulho de batismo (1º mergulho, simples em agua parada e boa visibilidade); mergulho de correnteza (que começa lá e termina na ponte de acesso da Ilha). Tanto o de flutuação como o recreativo existe essa possibilidade.

 

Mergulho no cânion da usina PA IV, para níveis mais avançados de conhecimento técnico, pois existe muita correnteza, em alguns lugares tem mais de 200m de profundidade.

 

Algorão, existe possibilidades de ver os lugares que a própria água “escavou” a rocha. Essa possibilidade só acontece se for de forma técnica porque o espaço faz parte da área de segurança pelas proximidades da usina Angiquinho.

 

Matadouro antigo, que está em bom estado de conservação, a profundidade é pouca (de 3 a 10 metros), com boa visibilidade, porém com muita alga, sedimentos.

 

Tem um outro lugar que não é em Paulo Afonso, mas aqui na cidade vizinha, a mãe da cidade. O município de Glória, cidade que foi inundada. Boa parte antes de ficar submersa foi demolida, mas ficou o colégio inteiro (antigo Grupo Escolar). É possível fazer flutuação, visualizar as paredes inteiras, grossas; ver as ruas, o calçamento antigo, enfim. Inclusive, foi nesse lugar que lampião e seu bando teve acesso a Bahia em 1928.

 

 Em sua maioria, é possível visualizar pedras, peixes, parte inundada da cidade.

 

 

MELHOR LOCAL PARA A PRÁTICA NA CIDADE: Bico de Pedra. Pois tem boa visibilidade, muita rocha, não tem algas.

 

DEPOIMENTO DE QUEM PRATICA/PRATICOU A ATIVIDADE NA CIDADE: Luciano Moura, bombeiro e Master Diving de mergulho em Paulo Afonso: “A visibilidade do mergulho aqui é excelente, as águas são limpas, e tem muitos lugares que não tem algas. Em rios, o mergulho pode ser praticado tranquilamente porque o fundo tem rochas, não tem sedimento, vai ver espécies aquáticas, o cânion como ele é originalmente. Além de conhecer partes da cidade que está submersa. É excelente principalmente para quem nunca mergulhou, são águas calmas e quentes.”

 

Tarcisio Cruz

(Foto: Acervo Pessoal - Tarcisío Cruz)

 

 

Wake board:

 

 

DEFINIÇÃO: é um esporte aquático praticado com uma prancha tipo snowboard puxada por uma lancha. O wake é um esporte fácil de ser praticado, exigindo apenas de duas a quatro aulas para que a pessoa saia perfeitamente deslizando sobre as aguas. Mas tem gente que no primeiro dia já consegue andar e bem.

 

 

PRÁTICA EM PAULO AFONSO: como não é necessária uma especificidade para o aproveitamento do vento ou uso das ondas, esse esporte precisa que o praticante seja puxado por uma lancha. Assim, basta ter esse belíssimo Rio São Francisco e o equipamento necessário para explorar a atividade. É um esporte propício tendo em vista que a cidade esta rodeada de tanta água do Velho Chico que só faz dar mais vontade e prazer na hora de praticar e apreciar as belas paisagens.

 

MELHOR LOCAL PARA A PRÁTICA NA CIDADE: qualquer lugar do Velho Chico.

 

 

DEPOIMENTO DE QUEM PRATICA/PRATICOU A ATIVIDADE NA CIDADE: Em Paulo Afonso, um dos praticantes é o Tarcísio Cruz: “A pratica ainda é restrita, poucas pessoas praticam, tendo em vista ser um esporte caro na atualidade. Wake é uma mistura de adrenalina, descontração, relaxamento, lazer. Além de estar cuidando do corpo e da mente. Proporciona estar em contato com a água do Velho Chico se refrescando desse calor de Paulo Afonso.”

 

 

Recentemente, no período em que a equipe Caio Amador estava realizando um feito inédito no mundo na nossa cidade (HighVibe), foi observado um praticante de algo semelhante ao Wake board. Um rapaz que estava sendo puxado por um barco a motor estava em cima de um pedaço de isopor, demonstrando assim a criatividade do nosso povo, e deixando claro que, para praticar certas atividades, o importante é ousar!

 

Aproveitando a onda de atividades radicais, o highLiner Gustavo Fontes e o BaseJumper Rodrigo Almeida não perderam a chance de testar o “isoporboard”, e tiveram a seguinte impressão:

 

Gustavo Fontes (high Liner): “é muito prazeroso, vale a pena praticar, um ponto positivo é custo benefício, diversão garantida, vivência nova. O ponto negativo é que, com velocidade fica instável e gera quedas (que não machucam) e não é possível fazer manobras com saltos e giros que tem no wakeboard

Rodrigo Almeida (base Jumper): “É bem maneira a parada! O problema é manobrar porque a prancha é bem fina. Mas é muito divertido mesmo, você faz força com os braços, é uma malhação boa!!!”

 

(Foto: Acervo Pessoal - Júnior Diver)

 

 

Cliffdiving

 

 

Outra atividade que deve ser possível aqui na nossa cidade é o Cliffdiving: saltos feitos de penhasco de mais de 24m e, para competições, a altura deve ser de até 28m. Um brasileiro que pratica essa atividade é o Júnior Diver, ele é amigo de Caio Amador (high liner que esteve em Paulo Afonso recentemente) e “Vi as Fotos que o Caio me mandou e fiquei alucinado para ver de perto e poder fazer promoções do local para um possível evento como o que você divulgou na sua matéria. O lugar é muito bonito e sobretudo bem natural e é exatamente o que buscamos! O único impedimento para o Cliffdiving será a profundidade acredito, porque nas fotos que vi tem belos paredões com alturas necessárias”. Será que a profundidade dos cânions daqui são suficiente (risos)?

 

O Junior pratica essa modalidade há 9 anos e participa de competições com os melhores atletas do mundo há 4 anos e foi medalhista em 2010 na Itália, levando o 3º lugar. Para que esses saltos sejam possíveis por aqui, seria necessário um paredão reto, com mais de 20m de altura e que a profundidade do rio seja superior a 6 metros. Claro que essa é uma atividade para PROFISSIONAIS e é necessária a técnica para praticá-la. Caso alguém conheça alguma parte do cânion com essas condições, deixe o recado aqui que a gente informa para o atleta e torce para que ele consiga saltar por essas bandas de cá!

 

 

Existem várias outras atividades a serem exploradas em água, mas essas são as mais evidentes e mais relacionadas a atividades de aventura.

 

O Rio São Francisco espera os praticantes para a exploração consciente, segura e ecológica. Sejam bem vindos! E não deixem de levar o Energético F3 para manter a ADRENAlina!

 

 

Por Ana Paula Araujo

[email protected]

www.acertepauloafonso.com.br

Leia mais

« 1 2 »
+ Anuncie
Voltar ao topo
© 2022. Acerte Paulo Afonso.